Sem categoria

Conheça o Saint Patrick’s Day, a maior festa da Irlanda

Celebração que homenageia o santo padroeiro do país tem adeptos no mundo todo

Os irlandeses já estão animados para a festa mais grandiosa do país: o Saint Patrick’s Day, celebrado no dia 17 de março. Maior símbolo da cultura do país, essa comemoração vem conquistando cada vez mais adeptos ao redor do globo e, em 2018, promete deixar o mundo todo verde – a cor de Saint Patrick.

É impossível não se apaixonar por essa data. Diversos desfiles são realizados por toda a Irlanda, além de festivais e outros eventos, para homenagear o santo padroeiro do país. Os desfiles são coloridos e teatrais, cheios de espetáculos e bandas internacionais. Os festivais, por sua vez, se estendem por uma semana com muita música, entretenimento e cerveja.

O Brasil não fica de fora dos festejos, e também terá monumentos iluminados por todo o seu território. Brasileiros têm se interessado cada vez mais pela cultura do país europeu, somando quase 10 mil pessoas que vão para lá todo ano, com o intuito de aprender inglês ou fazer curso superior. A maioria se encanta com a alegria da data mais importante do calendário da Ilha Esmeralda.

Este ano, diversos monumentos turísticos, como o Opera House, o Coliseu e o Cristo Redentor serão iluminados de verde para se unir às festividades, deixando expatriados saudosos e estrangeiros curiosos para viver de perto a experiência única de se vestir de verde e sair às ruas em uma das maiores celebrações do planeta. Com cerca de 70 milhões de descentes ao redor do mundo, as tradições se espalharam por todos os lados, e países como a Austrália e os Estados Unidos também contam com eventos para quem quer comemorar.

A história do Saint Patrick’s Day é diferente do que se imagina. Para começar, 17 de março é a data da morte de Saint Patrick e, tradicionalmente, este é um dia para renovação espiritual.

Além disso, o primeiro desfile de Saint Patrick’s Day não aconteceu na Irlanda, e sim nos Estados Unidos. Mas foram os irlandeses que deram à data o nome e a importância que tem hoje, aproveitando-a para expressar o orgulho pelo seu país, sua alegria e tradições, vestindo suas cores e espalhando-as pelo mundo.

Para completar, o santo não era de fato irlandês, mas foi levado para o país aos 16 anos como escravo, fugiu e retornou anos mais tarde para espalhar a palavra do Cristianismo. Os lugares por onde passou, no noroeste do país, formam um incrível roteiro turístico. História e natureza andam juntas em atrações como Armagh, a montanha Slemish e a charmosa cidade de Downpatrick. Outros destinos, fora do caminho da peregrinação do santo, incluem Belfast e Dublin, cheias de histórias, bons restaurantes e pubs, além de Galway, perfeita para quem adora baladas e festivais.

Seja como for, uma pessoa precisa ser agradecida: o franciscano Luke Wadding, um frei irlandês que persistiu junto à Igreja Católica para que Saint Patrick tivesse seu próprio dia no calendário de santos. Por isso, no dia 17 de março, não deixe de tomar uma cerveja em homenagem ao homem que criou uma das melhores festas do mundo!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.