Cidade

Implantação de hortas comunitárias dá nova destinação a áreas ocupadas irregularmente

A Prefeitura de Guarulhos deu início nesta quarta-feira (17) à discussão sobre implantação de hortas comunitárias em diferentes bairros da cidade. A reunião sobre o projeto contou com a presença de representantes dos departamentos de Acompanhamento e Controle de Ocupações Irregulares (DACOI),e de Fiscalização de Ações, Apoio e Participação Popular; da Escola da Prefeitura de Guarulhos “Professora Teresinha Alves Mian” e da UBS Jardim Álamo.

A primeira área pública a receber uma horta comunitária é um terreno de cerca de 400m², no Jardim Álamo, que já tinha sido objeto de ações do DACOI. O local estava sendo ocupado irregularmente para criação de aves e agora começará a ser preparado para a nova atividade.

O Jardim Aracília também receberá uma horta, numa área às margens do córrego Baquirivu. A ação já está sendo discutida e deverá envolver a população local.

O projeto faz parte do plano de governo do prefeito Guti, no que se refere a ações sociais e parcerias que minimizem o impacto do crescente avanço das ocupações irregulares. “São novas formas de ocupação que trazem perspectiva de geração de trabalho e reinserção social de uma forma que beneficia toda a sociedade”, ressalta Guti.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.