Pinacoteca terá entrada gratuita neste fim-de-semana

Dicas

Museu celebra último fim-de-semana das férias de janeiro com
entrada gratuita no sábado e domingo, dias 1 e 2 de fevereiro

A Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, oferece entrada gratuita aos visitantes neste fim-de-semana, sábado e domingo, dias 1 e 2 de fevereiro de 2020. Veja abaixo a programação especial e as mostras em cartaz:

Programação especial para o fim-de-semana

01/02, sábado
14h30: visita educativa na exposição Arte no Brasil: uma história na Pinacoteca

02/02, domingo
11h às 15h: Jogajunto, no Espaço NAE
16h: apresentação da EMESP – Quarteto Pizzicato – Patrícia Araújo e Felipe Bueno no violino, Leticia Camargo na viola e Tayná Santos no violoncelo EMESP, no Pátio 1

Exposições em cartaz

ADRIÁ JULIÁ: NEM OS MORTOS SOBREVIVERÃO
26 de outubro de 2019 — 16 de fevereiro de 2020
Curadoria de Fernanda Pitta
Local: Salas A e B, 2º andar e pátio, térreo Pinacoteca — Edifício Pina Luz

Primeira exposição individual no Brasil do artista nascido em Barcelona, em 1974, apresenta trabalhos que ocupam o pátio e duas salas contíguas à exposição de longa duração do acervo da Pinacoteca, no segundo andar. As obras colocam em questão as implicações das técnicas de reprodução, impressão e autenticação que pautaram a organização do fluxo das imagens nos primórdios da fotografia, a partir das experiências do inventor Hercule Florence que se estabeleceu no Brasil no século 19.

LEÓN FERRARI: NÓS NÃO SABÍAMOS
26 de outubro de 2019 — 16 de fevereiro de 2020
Curadoria do Núcleo de Curadoria e Pesquisa
Local: Sala C, 2º andar, Pinacoteca — Edifício Pina Luz

A exposição reúne cinquenta obras pertencentes ao museu, de autoria do argentino, e enfatiza o aspecto político que marcou a produção de Ferrari, carregada por uma crítica contundente às instituições de arte, aos sistemas políticos e à moral vigente nas décadas de 1960 e 1970. Esta é a primeira vez que o museu exibe duas séries completas de sua coleção, relacionadas ao artista falecido em 2013.

GRAVURA E CRÍTICA SOCIAL: 1925-1956
26 de outubro de 2019 — 16 de fevereiro de 2020
Curadoria de Valéria Piccoli
Local: Sala D, 2º andar, Pinacoteca — Edifício Pina Luz

Mostra reúne gravuras, pertencentes ao acervo da Pinacoteca, em torno do engajamento social que marcou as décadas de 1930 e 1940 no Brasil. Isso se manifesta em particular entre os gravadores — e muito particularmente na técnica da xilogravura –, que se reúnem em “clubes” e atuam no sentido de representar trabalhadores em suas mais variadas funções. O museu possui um acervo significativo de gravuras desse período e pretende agora apresentar uma seleção representativa acerca do tema.São 67 obras em xilogravura e linoleogravura de autoria de 18 artistas brasileiros como Lívio Abramo, Lasar Segall, Oswaldo Goeldi e Renina Katz.

MARCIA PASTORE: CONTRACORPO
23 de novembro de 2019 — 6 de abril de 2020
Curadoria de Anna Maria Belluzzo
Local: 4º andar, Pinacoteca — Edifício Pina Estação

A mostra exibe um recorte da produção da artista paulista reunindo 40 trabalhos produzidos ao longo de quase 30 anos. O conjunto de peças situa-se na intersecção entre as artes plásticas e a arquitetura ao enfatizar as relações poéticas entre força, matéria e espaço e convida o visitante a percorrer esculturas que parecem emergir da própria arquitetura. Integram o conjunto quatro trabalhos inéditos, concebidos especialmente para a exposição, incluindo Linha d´Água e Linhas de Força; e outros marcantes em sua trajetória.

FERNANDA GOMES
30 de novembro de 2019 — 24 de fevereiro de 2020
Curadoria de José Augusto Ribeiro
Local: Galeria de exposição temporária, Pinacoteca — Edifício Pina Luz

O trabalho de Fernanda Gomes caracteriza-se pelo uso de materiais ordinários submetidos à operações manuais como amarrar, pendurar, raspar, juntar ou apenas posicionar e espalhar no espaço. Esses itens são recolhidos da vida doméstica da artista e durante suas andanças pelas ruas e galerias e instituições onde expõe sua produção. Sua obra apresenta ainda um caráter construtivo que compreende os sentidos de ruína e dispersão e uma austeridade que se manifesta tanto na crueza, no despojo e nas superfícies brancas de seus objetos, como na economia e na precisão de seus procedimentos. A exposição na Pinacoteca resulta de três semanas de trabalho de montagem que se desenrola pelas sete salas de uma ala completa do museu. Para além de uma reunião de obras, a mostra afirma-se inteira como unidade e construção: uma estrutura composta de peças autônomas, colocadas em relação umas com as outras, em configuração integral e única, sem chance de repetição.

JORGE PARDO: FLAMBOYANT
7 de dezembro de 2019 a 2 de março de 2020
Curadoria de Jochen Volz
Pinacoteca Luz – Octógono

O artista apresenta uma instalação interativa inédita composta de 14 peças que convida o público a experimentar um momento de fruição e contemplação. Considerado um dos nomes mais importantes da atualidade, Pardo vem utilizando-se das linguagens do desenho e da escultura de forma a explorar os limites entre a arte, o design e os espaços de convivência. Para o Octógono da Pinacoteca, Pardo desenvolve um “espaço de estar” composto de peças desenhadas e fabricadas por ele. O conjunto propõe evocar uma experiência familiar à do descanso sob o pé de uma árvore, convidando o visitante a desfrutar das frondosas peças que, assim como a famosa espécie cujo nome é emprestado ao título da mostra, exalam uma beleza transitória.

SERVIÇO

Pinacoteca de São Paulo – Edifício Pina Luz
Praça da Luz 2, São Paulo, SP
Dias 1 e 2 de fevereiro, sábado e domingo, das 10h às 18h.
Grátis.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.