Dicas para harmonizar vinho com comida japonesa

Dicas

Você, certamente, já foi em um restaurante japonês ou pediu delivery em casa e optou por um saquê, suco, água e refrigerante para acompanhar os diferentes pratos da culinária oriental. Mas, você sabia que, além dessas opções, o vinho também pode ser uma boa escolha?

Para te ajudar na escolha de um bom vinho para harmonizar com a culinária oriental, a Home Sushi Home, empresa especializada em delivery de comida japonesa, preparou 4 dicas essenciais para você saborear a bebida com os combinados no conforto da sua casa.

• Para Wasabi, Gengibre, Shoyu e Vinagre de Arroz

O grande segredo da harmonização de vinhos é nunca deixar que o sabor da bebida seja mais marcante do que o prato que vai ser consumido.

Na culinária japonesa existem alguns ingredientes, como, por exemplo, wasabi, gengibre, shoyu e vinagre de arroz, que podem acabar confundindo as pessoas na hora de escolher o vinho, principalmente, porque, na maioria das vezes, esses itens servem de acompanhamento para peixes mais leves.

Então, os pratos com shoyu pedem rótulos com maior acidez para suavizar o sabor salgado do molho. Como o wasabi costuma ressaltar a sensação do álcool presente no vinho, o ideal é escolher os adocicados ou com baixo teor alcoólico.

Já os pratos acompanhando de gengibre pedem vinhos brancos e espumantes, que ajudam a tornar mais leve a ardência do ingrediente.

• Temaki, sushi e sashimi

O mais importante é pensar que o sushi e outros pratos da culinária japonesa são leves, muitas vezes crus e formados por peixes variados. Logo, vinhos de estilo igualmente leves e frescos farão a melhor combinação.

Dê preferência aos brancos leves de acidez elevada ou aqueles com certa estrutura aromática. Vinhos das uvas Sauvignon Blanc, Pinot Grigio e Muscadet são vinhos brancos leves com a acidez necessária para encarar os sushis, sashimis e os demais pratos da cozinha japonesa.

Os franceses Chablis e os Vinhos Verdes portugueses também cumprem bem este papel.

Se a sua preferência é por pratos que acompanham molhos e ingredientes picantes ou adocicados (como o molho Teriyaki), vinhos brancos aromáticos das uvas Riesling, Torrontés e Gewurztraminer são os mais indicados.

Com um ingrediente em comum, o peixe cru, estes pratos pedem espumantes suaves e jovens ou vinho verdes. Para os peixes com coloração mais escura, um vinho rosé pode ser uma boa opção.

• Frituras e Frutos do Mar

As receitas mais cremosas, preparos com peixes mais gordurosos, os pratos fritos – harumaki, hot roll, guioza e tempurás, por exemplo – e aqueles que levam frutos-do-mar – combinam com vinhos brancos ou espumantes mais encorpados e com alto teor de acidez.

São vinhos que merecem ser degustados com maior atenção, ou então acompanhados de peixes e frutos-do-mar mais carnudos e preparações mais substanciosas. Também acompanham bem receitas com molhos brancos.

• Pratos quentes

Vinhos tintos leves, como os elaborados com Pinot Noir, combinam muito bem com pratos quentes, como o Yakisoba, os ensopados e os peixes grelhados.

Para quem quer harmonizar um vinho tinto mais marcante, vale tentar a combinação com lámens feitos com carne de porco (ou de grelhados de carne e legumes) com uma taça de Malbec.

Para te ajudar na escolha de um bom vinho para harmonizar com a culinária oriental, a Home Sushi Home, empresa especializada em delivery de comida japonesa, preparou 4 dicas essenciais para você saborear a bebida com os combinados no conforto da sua casa.

• Para Wasabi, Gengibre, Shoyu e Vinagre de Arroz

O grande segredo da harmonização de vinhos é nunca deixar que o sabor da bebida seja mais marcante do que o prato que vai ser consumido.

Na culinária japonesa existem alguns ingredientes, como, por exemplo, wasabi, gengibre, shoyu e vinagre de arroz, que podem acabar confundindo as pessoas na hora de escolher o vinho, principalmente, porque, na maioria das vezes, esses itens servem de acompanhamento para peixes mais leves.

Então, os pratos com shoyu pedem rótulos com maior acidez para suavizar o sabor salgado do molho. Como o wasabi costuma ressaltar a sensação do álcool presente no vinho, o ideal é escolher os adocicados ou com baixo teor alcoólico.

Já os pratos acompanhando de gengibre pedem vinhos brancos e espumantes, que ajudam a tornar mais leve a ardência do ingrediente.

• Temaki, sushi e sashimi

O mais importante é pensar que o sushi e outros pratos da culinária japonesa são leves, muitas vezes crus e formados por peixes variados. Logo, vinhos de estilo igualmente leves e frescos farão a melhor combinação.

Dê preferência aos brancos leves de acidez elevada ou aqueles com certa estrutura aromática. Vinhos das uvas Sauvignon Blanc, Pinot Grigio e Muscadet são vinhos brancos leves com a acidez necessária para encarar os sushis, sashimis e os demais pratos da cozinha japonesa.

Os franceses Chablis e os Vinhos Verdes portugueses também cumprem bem este papel.

Se a sua preferência é por pratos que acompanham molhos e ingredientes picantes ou adocicados (como o molho Teriyaki), vinhos brancos aromáticos das uvas Riesling, Torrontés e Gewurztraminer são os mais indicados.

Com um ingrediente em comum, o peixe cru, estes pratos pedem espumantes suaves e jovens ou vinho verdes. Para os peixes com coloração mais escura, um vinho rosé pode ser uma boa opção.

• Frituras e Frutos do Mar

As receitas mais cremosas, preparos com peixes mais gordurosos, os pratos fritos – harumaki, hot roll, guioza e tempurás, por exemplo – e aqueles que levam frutos-do-mar – combinam com vinhos brancos ou espumantes mais encorpados e com alto teor de acidez.

São vinhos que merecem ser degustados com maior atenção, ou então acompanhados de peixes e frutos-do-mar mais carnudos e preparações mais substanciosas. Também acompanham bem receitas com molhos brancos.

• Pratos quentes

Vinhos tintos leves, como os elaborados com Pinot Noir, combinam muito bem com pratos quentes, como o Yakisoba, os ensopados e os peixes grelhados.

Para quem quer harmonizar um vinho tinto mais marcante, vale tentar a combinação com lámens feitos com carne de porco (ou de grelhados de carne e legumes) com uma taça de Malbec.

Pode parecer estranho, mas a harmonização é possível e a combinação fica uma delícia

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.